Filmes

Temporada Oscar 2016 #2 – Muitos, muitos filmes

Desde o último comunicado, estava eu parada nessa missão ingrata que é tentar correr atrás dessa premiação branca que nós amamos odiar e odiamos amar. Então o carnaval aconteceu.

Grande foliã que não sou, resolvi que esse ano ia tentar ser melhor e honrar meus 23 anos antes que eles não estejam mais aqui, e acho que não fui mal nesse quesito. Ainda assim, consegui tirar um tempinho para assistir nada mais que cinco dos indicados a melhor filme. Agora só faltam dois (e milhares de outros que eu resolvi que quero assistir porque sim).

Mad Max

Film Review-Mad Max: Fury Road

Indicações: 10 – Melhor Filme, Melhor Fotografia, Melhor Figurino, Melhor Direção, Melhor Edição, Cabelo & Maquiagem, Design de Produção, Edição de som, Mixagem de som, Efeitos visuais.

Eu sou o último ser humano da terra a ver esse filme. Talvez porque eu estivesse com medo. Mad Max deu muito o que falar, 90% do mundo amou e tem tantos pontos conceituais positivos que eu não queria não amar. Mas não era meu tipo de filme e as chances de eu não amar eram incrivelmente altas. Enrolei, enrolei, até que acordei no sábado e resolvi que era hora de assistir Mad Max. Não vou fazer suspense porque ainda tenho quatro filmes sobre os quais falar: amei. Usando palavras emprestadas de amiga Ana Luiza (sobre outro filme): EU AMEI ESSE FILME. TIPO MUITO. TIPO DEMAIS. TIPO MEU DEUS DO CÉU UM AMEI ESSE FILME. MEU. DEUS. DO CÉU!!111!11!1!1

Não sei o que aconteceu, mas gente, eu amei de verdade. To chocada até agora. Não sei que que tem nele, mas com certeza é alguma droga pesada. E que fotografia linda. Efeitos visuais irados. BROTHER ESSE FILME.

Perdido em Marte

the-martian

Indicações: 7 – Melhor Filme, Melhor Ator (Matt Damon), Design de Produção, Edição de som, Mixagem de som, Efeitos visuais, Melhor roteiro adaptado.

Mad Max acabou e estava eu sem fazer nada, esperando amiga chegar em casa pro carnaval. Então resolvi fazer jus ao título de ~~maratona~~ e dar logo play em The Martian. E posso dizer que meus pré-julgamentos pros indicados desse ano estavam tão negativos que eu fiquei surpresa de verdade de gostar desse também. E EU GOSTEI MUITO JURO. Não me levem a mal, eu gostei bastante de Gravidade etc e tal, mas nunca dá pra começar a assistir um filme no espaço e não esperar um pouquinho de tédio. Ainda mais um filme onde um ser humano está sozinho no espaço.

Mas esse filme foi tipo zero tédio? Eu ri tanto! Matt mandou muito bem, o roteiro é mara, engraçado sem parecer que está tentando demais. E. a. trilha. sonora. Não foi indicada, mas eu amei com força infinita. Porque eu sou distraída demais pra notar trilhas sonoras normalmente, mas essa trilha sonora me fez rir sozinha. Porque gente: o cara está sozinho esquecido em marte, com tudo contra ele, e começa a tocar ABBA.

Spotlight

spotlight

Indicações: 6 – Melhor Filme, Melhor Ator Coadjuvante (Mark Ruffalo), Melhor Atriz Coadjuvante (Rachel McAdams), Melhor Direção, Melhor Edição, Melhor roteiro original.

Então amiga Milena chega, obviamente exausta, e eu acho gentil deixar ela dormir enquanto eu assisto o terceiro filme do dia (sim), revivendo a época de ouro em que a minha vida estava ganha e eu passava o dia plantada na frente da HBO. Na fila estava Spotlight, que até o dia anterior eu esperava gostar mais do que os dois anteriores. Claro que não gostei mais que os dois anteriores, porque eu amei os dois anteriores, e Spotlight é um filme que claramente se leva muito a sério e por isso mesmo nunca vai conseguir competir com The Martian.

A história é de explodir os miolos, e só conseguia pensar que a minha mãe ia adorar esse filme. É bem bacana (entendam que é muito difícil eu não gostar de algo). As atuações foram legais, e eu nunca vou superar meu amor pelo Mark. No mundo tradicional da Academia, me parece que tem muito mais chance do que os outros dois, mas pra mim não foi nenhuma experiência de outro mundo (perdão pelo trocadilho ridículo). E amo Rachel desde Regina George, mas não achei ela isso tudo nesse filme.

O Quarto de Jack

room

Indicações: 5 – Melhor Filme, Melhor Atriz (Brie Larson), Melhor Direção, Melhor Edição, Melhor roteiro adaptado.

O livro que deu origem a esse filme já fez seu primeiro aniversário na minha estante. Esse fato não tem nada a ver com essa mini-resenha, mas senti vontade de acrescentar. Um dos motivos de ele ainda estar lá é que é uma história obviamente pesada. Não é abertamente pesada, porque o narrador é uma criança de cinco anos, mas é o tipo de história pesada que fica ainda mais pesada porque você enxerga “o peso” por trás, apesar da narração. É de descaralhar a cabeça, com o perdão da palavra.

Os atores são ótimos e não me deu sono mesmo assistindo às 8 da manhã de um dia pós folia. E isso é dizer muito.  Para quem não entendeu: eu gostei. Não me empolgou, mas é um ótimo filme. Não seria minha escolha para melhor filme, mas (como minha opinião conta tanto quanto um zero à esquerda) pode ser que ganhe.

O Regresso

the-revenant

Indicações: 12 – Melhor Filme, Melhor Ator (Leonardo diCaprio), Melhor Ator Coadjuvante (Tom Hardy), Melhor Fotografia, Melhor Figurino, Melhor Direção, Melhor Edição, Cabelo & Maquiagem, Design de Produção, Edição de som, Mixagem de som, Efeitos visuais.

Esse era a minha maior preguiça desse oscar. Migos, que filme chato. Duas horas e meia da minha vida que eu nunca terei de volta. Mas nem tudo foi tempo perdido, porque pelo menos é um filme esteticamente impecável. Lindo de verdade, ridiculamente bonito. E eu também adoro os jogos de câmera do Iñarritu, fica um trem bem fluído e às vezes parece que você está observando a cena de dentro (?). Então eu acompanhei a história bem por cima e foquei nas imagens porque tão bonitas.

Considerando tudo o que eu já vi e o que falta, acho que merece muito levar melhor fotografia e direção, talvez quem sabe melhor ator (nossa esperança em Leozinho é a última que morre, mesmo concorrendo com Matt e Eddie de trans). E Tom Hardy, tão fofo, quero pra mim.

Por hoje foi isso, em breve voltamos com o que falta. Se tudo der certo, podemos ter também uma edição especial de animação. (Estamos muito otimistas esse ano, estou adorando.)

Previous Post Next Post

You Might Also Like

8 Comments

  • Reply Marina Matos 9 de fevereiro de 2016 at 20:34

    Que maravilha de feriado!!!
    5 filmes é muita ostentação pra mim, hahaha.

    e que venham os próximos filmes!! \ o /

    Beijo!

  • Reply Fernanda 9 de fevereiro de 2016 at 23:14

    Achei maravilhoso que você viu cinco filmes do Oscar no feriado, estou com inveja. Tem umas coisas que eu quero muito ver no cinema pelo simples prazer do cinema e estou esperando estrear, vide Brooklyn e Room, dois filmes nos quais eu fiquei bem interessada antes dessa história de Oscar, e tem filme que eu quero ver no cinema pois parece ser barulho + fotografia maravilhosa, que é o caso de O Regresso, e nesse caso tô esperando só voltar pra casa pra ver mesmo (mas tô com medo de também acabar achando chato. Fiquei com Birdman na cabeça, um filme que eu não vi inteiro pois não aguentei).

    Os únicos que vi foram Perdido em Marte e Spotlight. Quando fui ver esse último, a sala não tava muito cheia e pelo menos umas cinco pessoas saíram e não voltaram mais (eu fico reparando hahah) e entendi por quê. É meio denso, meio arrastado. Mas achei incrível? Tenho uma história de amor com jornalismo, minha profissão dos sonhos durante muito tempo, que olhei de frente e larguei, e acho que o jornalismo é isso. É essa investigação. É trazer essas histórias a público, não importa se você cresceu católico e a maior parte do seus assinantes são católicos. Enfim, né. Amei muito, mas fiquei bem surpresa com as indicações do Mark Ruffalo e da Rachel McAdams. Não achei tudo isso, a do Mark achei meio forçada??? (Mas o que eu entendo de atuação, né). Sobre Perdido em Marte: NÉ??? É tão genuinamente divertido, o roteiro é ótimo, A TRILHA SONORA! E o elenco, maravilhoso e diverso, achei fantástico.

    Confesso que sinto o mesmo medo que você sentia em relação a Mad Max. Vamos ver onde vai dar, gostaria de amar. Prefiro sempre gostar das coisas.

    Beijo!

  • Reply Creide 10 de fevereiro de 2016 at 15:54

    Pássara, antes de mais nada, tire o Ex Machina do talvez e coloque na lista de MUST WATCH ASAP. É demais. Eu gostei muito do filme, de verdade.

    Seguindo:

    Mad Max: visualmente chocante, né? Eu gostei MUITO do filme e não esperava gostar tanto. Viu o que dá colocar uma mulher pra editar ou sei lá o que um filme de ação? Dá nisso. Nesse filme que não dá pra tirar da mente.

    Martian: quem é Gravidade perto de Martian? Heheheheh. Sou suspeita pra falar, e também sou dessas que sempre espera um filme boring quando a temática é espaço. Mas Martian é legal. De verdade. Adorei muito.

    Spotlight: esperava mais? Eu queria muito ver a merda que deu depois, porém né… BONECO

    Room: curti bastante, achei pesado. Adorei Brie e achei esnobaram o garoto.

    Revenant: VEREI HOJE. SOON THERE WILL BE REVIEW.

    Beijão!

  • Reply Banana 10 de fevereiro de 2016 at 16:25

    Amiga, cê sabe que nunca sei o que comentar em post de lista de filme porque geralmente nunca vi nada mas vim te amar!
    E: estou ansiosa pra assistir O Quarto de Jack!
    Te amo!

  • Reply Sharon 10 de fevereiro de 2016 at 23:08

    Miga querida, estou invejando demais a sua eficiência, porque eu prometi que estaria firme e forte no bloco do Oscar nesse Carnaval e no final das contas vi um total de…isso mesmo: zero filmes. Claramente um exemplo a não ser seguido.
    Ainda não assisti O Quarto de Jack e O Regresso (inclusive muita preguiça do segundo), então comentarei apenas os outros. Mad Max não gostei. Queria demais amar como todas vocês, mas pra mim era só um bando de gente suja correndo de carro no deserto. Perdido em Marte, por outro lado, amei DEMAIS. É meu favorito até agora, uma pena que provavelmente não leve nada (eu acho, né, tomara que esteja errada). Agora, sobre Spotlight, tô com Creidiane: esperava mais. Curti bastante e acho que de um modo geral é um filme MUITO bom, provavelmente vai levar algum prêmio grande (espero que leve), mas fiquei naquela expectativa de ver o que ia rolar depois da publicação e… cri cri cri? Sei lá, chorei horrores com aquela lista do final? Porra, chorei. Fiquei revoltada? Demais. Mas queria ter visto um pouco disso retratado no filme também.

    te amo, me ensina a ser eficiente assim, bjs de luz <3

  • Reply Dedê 17 de fevereiro de 2016 at 21:51

    Oi miga, cheguei <3 Vamos falar de Oscar? Vamos. Primeiro, aproveitando que você citou a nossa miga Sharon, te digo que a minha opinião sobre Mad Max é a mesma que a dela. Francisco amou, nossa. Ele URRAVA durante o filme, achava muito louco. Eu admito que tem cenas muito massas, demais mesmo, blábláblá, mas não faz meu estilo e não fez. Porém, se levasse a estatueta, eu não ia ficar puta nem fazer mimimi. E Perdido em Marte! Tão feliz que vocês gostaram, porque eu tava me sentindo realmente idiota de ter achado tão legal hahaha eu também ri muito, achei o Matt com um tom ótimo e A TRILHA SONORA! Senti que era praticamente um personagem nesse filme. Não acho que tem chance nas categorias maiores e, pra falar a verdade, nem acho com cara de filme que Academia lembraria, fiquei surpresa. Mas ganhando alguma técnica eu fico feliz porque acho que merece ser lembrando. Spotlight eu sei que tem chances de eu amar muito ou odiar bastante, mas sem chance de não assistir sendo que é um filme com Mark e Rachel, pelo amor de Deus né. E O Quarto de Jack!!!! Acho que dos que eu não vi, é o que mais quero ver. Mas to tentando assistir os que eu puder pelo cinema, e esse é um dos que eu queria aproveitar com a experiência do telão, mas não sei se vai dar tempo e não sei o que fazer. E O Regresso, foi outro dos míseros 3 que já assisti… Cara, eu amei. Desculpa, amiga, mas achei nem um pingo chato? Pelo contrário, me deixou muito inquieta, nem que fosse só de aflição – mas uma aflição BOA. É um filme lindíssimo mesmo, e, cara, Leozinho. Não quero nem falar muito pra não dar azar. E amei Tom Hardy, levei um susto quando vi que era ele, tá bem demais. Então, desculpa, mas por enquanto to na torcida pra ele de Melhor Filme pq aff <3
    Beijo, amiga! Te amo!

  • Reply Nay 18 de fevereiro de 2016 at 12:19

    Cheguei no seu blog direto do blog da Ana Luiza direto nesse post delícia! Adorei sua visão sobre os filmes, eu também AMEI MAD MAX TIPO MUITO NÃO SEI EXPLICAR.

    Queria comentar também que se você gostou um tiquinho que for de O quarto de Jack e está com o livro encalhado aí, tira a poeira e lê porque, nossa, que livro… eu amei num grau cinco estrelas… Apesar de ser um background feio o fato de ser contada pelo Jack a história torna tudo tão singular que não dá pra explicar, só lendo mesmo. A gente se emociona, ri, se assusta, se impressiona, se irrita, foram tantos sentimentos… e ao mesmo tempo levantou tantos questionamentos, sabe?
    Recomendo muitíssimo!!

    Beijos!

  • Reply Marília Barros 24 de fevereiro de 2016 at 19:15

    Cheguei um pouco em cima da hora para pedir, hehe, mas, por favor, assista as animações! Vale a pena, e são filmes bem diferentes entre si, então não vai cansar.
    Sobre Perdido em Marte: também fiquei bem surpresa em ter gostado. Morro de preguiça de filmes de espaço, mas me diverti bastante. E O quarto de Jack eu adorei, e recomendo muito o livro também. 🙂
    Os outros dessa lista eu não vi e não pretendo dar uma chance por enquanto. Talvez Mad Max eu veja quando passar na TV, porque é outro desses que não é nada o meu tipo de filme, mas tanta gente disse que não era o tipo de filme e adorou que estou curiosa.
    Beijos

  • Leave a Reply