Na TV

Capitu

Ontem começou na globo o especial Capitu, que é a adaptação de Dom Casmurro, de Machado de Assis. Passa tarde, grande estímuo à cultura do público brasileiro que acorda cedo pra trabalhar. Tirando essa parte, eu fiquei absolutamente encantada por ele. É bem ao estiloHoje é dia de Maria, que eu adorei tanto o original quanto a continuação e assisti até o fim, apesar de também ter passado tarde demais.

Eu tenho que dar meus parabéns mais essa vez à Globo, apesar de eu odiar ter que fazer isso. Mas eles tem gente com muito talento lá dentro, e apesar deles às vezes fazerem coisas que eu não concordo muito, eu tenho que assumir quando eu vejo uma coisa legal.

É tudo bem teatral, por isso naturalmente exagerado, mas eu gosto da simplicidade do cenário, que é outra coisa que lembra bastante o teatro, e das caracterizações também exageradas. É tudo bem fantasioso, leva pro lado da imaginação. Faz eu me sentir criança. ‘Me faz feliz’, plagiando a Jessy. É muito diferente das outras coisas na televisão, e isso também me agrada. Porque tudo tem que tentar tanto se parecer com a verdade e esquecer a arte?

Quem mandou ser bom? Vou ser obrigada a assistir até o fim, consequentemente ficar acordada até um pouco mais tarde (sim, eu durmo cedo e gosto disso), e provavelmente passar os primeiros dias parecendo um mini-zumbi. Despois eu me acostumo, além do quê, eu tô de férias, e é pra isso que elas servem. Quem puder assistir assista. Por quem não puder eu realmente sinto muito.

Texto originalmente postado no Uol blog.

Previous Post Next Post

You Might Also Like

No Comments

Leave a Reply