Pessoal

A espera é que mata

E quem diria que a espera pelo resultado seria ainda mais estressante do que o ano em si! É um nervoso sem tamanho, um frio na boca do estômago. A UERJ não rolou. Bola pra frente, era a favorita, mas não a única. Consegui a UNIRIO e a UFF, e foram muito úteis pra levantar a moral, já que eu me senti a única das criaturas depois do resultado da estadual. Mas só pra isso mesmo, as duas são no turno da noite (uma só tem esse, a outra eu só consegui isso) e as duas são muito longe pra serem viáveis a essa hora. Mais uma boa notícia, minha prova da UFRJ vai pelo menos ser corrigida. Ainda há esperança!
Eu realmente me senti muito mal quando vi o meu ‘fracasso’. Eu não menosprezo as pessoas que não conseguem passar de primeira, eu tenho plena consciência de que é um concurso muito disputado. Só que quando é comigo a coisa muda de figura. Eu tenho o hábito de cobrar mais de mim que do resto do mundo. Quando chegaram os resultados positivos eu me senti melhor. Eu acho que eu só gosto de ter opções. Se não rolar na federal, já estou matriculada no cursinho. Mais uma pílula da felicidade, 75% de desconto pelo bolsão. Além de renovar a minha confiança, ainda me ajuda a me sentir mais confortável com meus pais tendo que pagar mais um ano de escola.
Eu acho que os resultados desse ano podiam ter sido melhores sim. Se eu tivesse me esforçado mais. Eu demorei a cair na real. Sempre me dei bem sem estudar e até o fim ainda não tinha caído a ficha de que a vida não se limitava a uma escolinha. Foi uma lição. Eu acho e espero ter amadurecido com isso e não adianta mais chorar. Pelo menos essa é uma questão na qual eu posso ter uma segunda chance.
Como, mesmo no curso, as aulas só começam em março, eu estou tendo tempo de relaxar e me divertir. Desse jeito eu vou relaxar ao máximo e recuperar as eneergias para então estar pronta pra começar tudo de novo, se eu tiver que fazer isso. Não é isso que vai me derrubar, tá decidido. Agora é bola pra frente!

Texto postado originalmente no WordPress.

Previous Post Next Post

You Might Also Like

No Comments

Leave a Reply