Pessoal

Encontro com seu ídolo

Oi, meu nome é Paloma, e eu sou viciada na novela das seis.
Apesar de não ser um hábito meu, hoje resolvi deixar a televisão ligada no Domingão do Faustão para esperar os poucos, porém compensadores, minutos em que os protagonistas de Escritos nas Estrelas, Humberto Martins, Nathália Dill e Jayme Matarazzo,  iriam aparecer por lá e discutir um assunto que muito me interessa, obrigada.
Finalmente apareceram eles, e foi sim bastante interessante, principalmente pela presença e participação do Mario Sergio Cortella, que é professor de Teologia e Ciências da Religião na PUC-SP e realmente entende do assunto. Mas não é de religião – como se pode desconfiar pelo título do post – que eu vim aqui falar. É de uma outra coisa que entra na minha cabecinha semi-oca e fica lá, martelando e martelando.
A parte disso tudo que me encuca de verdade, é o conflito, a confusão da mistura entre ator e personagem. Para quem está lá, deve ser mais fácil separar as coisas. Mas para nós, meros espectadores, por mais que aceitemos que ator e personagem são duas coisas diferentes, ainda é estranho ver Humberto Martins e Nathália Dill entrarem em um palco lado a lado e ter o instantâneo momento de epifania: eles não são um casal! E isso não faz sentido de jeito nenhum, porque – na minha cabeça louca – eles são simplesmente perfeitos um para o outro. Eu sei que nem todo mundo assiste a novela, mas espero que dê para entender mesmo assim.
Eu tenho uma admiração gigantesca pela arte de atuar. Até fiz um tempinho de aula de teatro (e juro que o fim disso não foi por falta de vontade de continuar) e gostaria de verdade de ter a chance de fazer isso da vida. A parte que mais me encanta, para ser cem por cento sincera, é essa possibilidade de ser uma pessoa completamente diferente de você, sem deixar de ser você. Atores podem ser simplesmente qualquer coisa! Vampiro, duende, espírito, bruxa, fada, médico, jornalista… Tudo. Mas como é que deve ser lidar com isso? Separar as coisas? Como deve ser a sensação de ter que se sentir como aquele personagem, tentando não perder quem você é? Na minha vasta (não) experiência, só tive a chance de ser uma boneca de louça por dois dias, não tive que entrar na mente de um personagem e comer, dormir e viver com essa personalidade parasita por meses, até anos. Até que acaba. Se já sinto um vazio quando acaba uma novela que eu goste, ou um livro, imagina se acabasse com eles uma parte de mim.
Previous Post Next Post

You Might Also Like

9 Comments

  • Reply Ana Luísa 12 de setembro de 2010 at 21:05

    Eu me afogo em vazios quando coisas que eu gosto muito acaba. Fiquei deprimida pra caramba quando acabou Friends, e as novelas que eu realmente amo também me deixam mal quando acabam. Agora, jura que vc sente isso em relação à Natália e o Humberto? Eu já não acho que são perfeitos, hahaha. Quando assisti coração de estudante fiquei INCONFORMADA que Fábio Assunção e Helena Ranaldi não estão juntos na vida real. Pq eles sim eu acho tipo PERFEITOS, hahaha! Outro casal que eu achei perfeito foi Daniel de Oliveira e Vanessa Giácomo em Cabocla. Mas eles tbm tiveram essa ideia e estão juntos mesmo, hehe.
    beijossss

  • Reply Gab 12 de setembro de 2010 at 23:13

    Amo demais a novela das seis viu? Mas assim como a Ana Lu, eu não consigo ver a Vitória e o Ricardo perfeito um pro outro. haha.
    E, claro que destraída como sou, acabei perdendo o Faustão. Droga.
    beijo (:

  • Reply Keanuloka 13 de setembro de 2010 at 13:39

    Ah, eu as vezes vejo a novela, mas não é sempre. 🙂 E eu não sei se eles separam tão bem… porque você pode perceber que muitos casais se formam depois que a novela acaba.
    Acho que é normal essa confusão. Eu sempre sonho que os atores são tão fofos quantos os personagens que els dão vida. #DoceIlusão =P

  • Reply Ana Beatriz 14 de setembro de 2010 at 10:51

    Também adoro Escrito nas Estrelas, acho uma ótima novela, daquelas que te prende e que não enrolam, enquanto as da nove é um drama chato que só! Acho a Nathalia e o Jayme muito lindos juntos, a pesar de não conseguir entender como eles não são um casal!

  • Reply mari ebert 14 de setembro de 2010 at 12:08

    Isso q vc descreveu no final acontece comigo qd eu termino um livro mt bom e fico com aquela sensação de “não vou encontrar nada melhor q isso”. hahaha pois é, qd eu acabo de escrever uma história fico tb pensando q não vou conseguir nada melhor q aquilo. u ri qd vc falou q eles são perfeitos um para o outro! Eu tb tenho uma paixão pela arte de atuar, mas nada se compara a escrita e à musica para mim. Enfim, eh isso, bjão!

  • Reply Kelly 14 de setembro de 2010 at 14:22

    hm, acho que a pior parte de estar no elenco de uma novela deve ser essa que você citou aí no final: quando ela acaba.
    Eu tive um vício ~louco~ por novelas durante a infância e a adolescência. E não sei se eu tinha uma capacidade muito grande de me apegar às coisas, mas quando a novela acabava eu sentia falta dela por semanas, principalmente se a substituta no horário não fosse tão legal! Então acho que para os atores deve ser bem mais difícil ainda se despedir de um personagem (claro, isso para aqueles que amam a profissão)
    e sobre o que você disse de separar o ator do personagem, eu também acho isso engraçado :B quando tem entrevistas com atores que interpretam, por exemplo, casais, temos a tendência de imaginar que eles ficam lindos juntos, porque na verdade é essa a imagem que eles tentam nos vender todos os dias… e se nós já compramos a ideia, não importa onde eles apareçam, uma parte do cérebro se mantém consciente enquanto a outra parte fica submersa na ilusão de que eles são perfeitos, malvados, vampiros, bonzinhos, galinhas, conquistadores, inteligentes e todas aquelas coisas de personagem de tevê *suspira* ;*

  • Reply Dud's 14 de setembro de 2010 at 14:41

    oi querida,
    não assisto a esta novela, mas minha mãe que assiste também acha que eles são perfeitos um para o outro.
    Interessante o post, deve ser mesmo dificil para eles separar os personagens da realidade, principalmente quando termina.
    Se ja é dificil pra quem está assistindo ou lendo..
    boa semana!
    ;*

  • Reply Nathy 16 de setembro de 2010 at 02:22

    Hoje em dia não consigo mais acompanhar novela, rs.

  • Reply Jade Amorim 17 de setembro de 2010 at 19:43

    Ah, eu não sou muito fã dessa novela, e acho que esses atores já se enjoaram dessa atuação toda, já se acostumaram.Essa emoção é só no começo!

    Beeijos!

  • Leave a Reply