Pessoal

Meu reino por uma mochila!

Minha parte favorita de toodos os anos letivos da minha vida (desde que eu me lembro, pelo menos) foi comprar o material escolar. Pode parecer idiota, mas para mim sempre foi a coisa mais divertida do mundo passar horas escolhendo canetas, lapiseiras, borrachas, fichário, mochila e sabe-se lá mais o que. Desde que me dei conta que minha vida escolar tinha acabado, eu tenho plena consciência que essa vai ser uma das coisas de que mais vou sentir falta. Todo aquele material novo, limpo e arrumadinho, guardado com cuidado no canto do quarto, só esperando ser usado, o que é a outra parte da diversão. Mesmo sabendo que em menos de uma semana nada mais daquilo vai ser novo, a borracha já vai estar sujinha e sem forma e talvez metade das canetas já não funcione mais.
Esse ano, mesmo sem um destino definido, fui lá e fiz mini-compras. Não é mais a mesma coisa, claro. Apesar do meu caderno e da minha agenda serem frescuradinhos, meu estojo já não tem mais todas aquelas palhaçadas (e é estratégicamente menor, pra que eu não possa tentar enfiar todas aquelas canetas coloridas cheias de gliter nele), o número de coisas diminuiu e a ansiedade para usá-lo foi encoberta por outra maior. Ainda falta a mochila, parte maior da diversão, já que a minha velha companheira que me serviu por três anos não aguentou à pressão do ano passado e tem metade de cada alça solta do resto dela.
Vida nova, mochila nova. Sempre chega a hora de crescer, mas pequenas coisas como essa são que nos fazem enxergar que a vida está realmente mudando. Coisas inúteis, mas que davam prazer, e agora vão ter que ser substituidas por outras coisas que vamos descobrir no caminho. E é assim que as coisas são, você deixa umas coisas para trás pra poder recolher coisas novas no caminho. Quem sabe essas não vão ser ainda melhores?

Texto postado originalmente no WordPress.

Previous Post Next Post

You Might Also Like

No Comments

Leave a Reply