Pessoal

Meus botões

Outro dia eu pensava com os meus botões em como eu imaginava a minha vida daqui a uns 10 anos. Foi então que eu percebi uma coisa um tanto estranha: eu não imagino. Muita calma nessa hora! Eu imagino sim, várias coisas, mas essa é uma coisa que eu não consigo esboçar com certeza.
É como se minha vida fosse um caminho e esse momento uma bifurcação. Eu imagino duas coisas completamente opostas e completamente possíveis. As duas me agradam e tentam, mas são inconcíliáveis. De um lado eu, de outro nós. Eles tem coisas em comum, nos dois estou eu formada e auto-suficiente. Nos dois eu sou feliz, tenho um apartamente lindo na zona sul e todo decorado por mim. Pelo menos eu tenho ainda um pedaço de estrada para seguir, mas depois disso eu tenho que escolher.
Em um dos caminhos, é o meu american dream. É o do nós. No meu apartamento lindo não tem só a Paloma, tem o marido e quem sabe os filhos. São os fins de semana no zoológico, os desenhos animados na televisão, perseguições pela casa na hora do banho. Os fins de noite a dois no sofá, assistindo televisão depois que as crianças vão dormir.
Na contramão, tem a opção mais moderninha. No apartamento só tem eu. Meu silêncio, meu sol entrando pela janela. Meus fins de tarde com meus livros e fins de semana com os meus amigos. Sem gritaria quando eu estou com dor de cabeça, sem choro agudo no meio da noite, sem mal-humor que não seja o meu, mas também sem todas as partes boas.
As duas são coisas que eu quero, e ainda assim só uma delas eu vou poder ter. É o conflito do tradicional com o moderno, e eu fico no meio, em cima do muro. Mas, enquanto ainda é hoje e eu só tenho que decidir quais matérias pegar no segundo semestre, vou é assistir o jogo do flamengo.
Previous Post Next Post

You Might Also Like

3 Comments

  • Reply Ana Luísa 2 de agosto de 2010 at 12:55

    Eii
    =]
    Eu prefiro de longe a primeira opção, e no meu sonho só existe essa! Casa cheia, com perseguiçoes pra hora do banho!
    E diferente de vc, eu tbm escolhi ver o jogo do vasco, e não o do flamengo. hahahahaha. O flamengo, no MEU jogo, era mero figurante, hahahaha.
    Beijoss

  • Reply Vanessa 3 de agosto de 2010 at 19:28

    Ahhhh, a gente pode planejar o quanto quiser…ainda assim a chance do futuro nos pregar peças e nos surpreender é gigante.
    Por enquanto meu plano não envolve crianças e marido.

  • Reply L.H.C 4 de agosto de 2010 at 20:27

    oi, nossa, é incrível, às vezes também fico imaginando ‘futuros possiveis” e me agustia muito não saber o que vai acontecer. Beijos, adorei o blog, e obrigada por visitar o meu!

  • Leave a Reply