Pessoal

Próximo passo

Mesmo quando você acha que ninguém repara no que você faz, tem gente reparando. Sempre tem. Isso foi uma das coisas que eu aprendi recentemente. E esse fato pode ser bom, ou ruim. Eu tive a comprovação disso outro dia, quando fui avisar meu chefe do estágio que não vou renovar meu contrato. Eu estava tão nervosa que quase desisti, só de ter que falar com ele, mas resolvi que eu tinha que ir à frente. Afinal, eu sou uma mulher, ou um rato?
Quando dei a notícia, a cara do chefe se transfigurou imediatamente em uma das maiores caras de bunda que eu já vi na vida (no bom sentido). Me senti horrível, porque era óbvio que ele tinha ficado triste, mas agora que já tinha feito a parte difícil é que eu não podia voltar atrás. Eu tinha decidido aquilo por algum motivo, afinal de contas!
Não demorou um minuto para que a notícia se espalhasse, graças à grande privacidade fornecida pelas divisórias. Ele usou todos os argumentos que conseguiu pensar pra me fazer ficar, mas eu me mantive firme. Se eu já tinha decidido que era hora de seguir em frente, não podia deixar meu coração mole tomar o controle das minhas ações, alguma hora tenho que aprender a ser uma mulher forte. Mas ver o reconhecimento foi não só bom, como surpreendente.
Depois disso, parecia um complô pra me fazer chorar. Só para dar uma ideia, ouvi que eu era madura, profissional, responsável, competente, eficiente, um orgulho pra minha família e por aí vai. E meu coração apertadinho, só de medo de não achar mais, no lugar para onde eu eventualmente for, o ambiente e as pessoas que eu estou deixando para trás ali. E ele ainda está do mesmo jeito, mas eu continuo decidida a ir em frente, mesmo morrendo de medo do que vou encontrar.
Em toda a minha vida eu tive muita sorte de me deparar com pessoas especiais. Ainda que a relação com elas nem sempre tenha sido de amizade propriamente dita, isso não diminui a importância delas na minha vida. Esse foi meu primeiro “emprego” na vida, e a forma como eu sempre fui acolhida e tratada por todos eu vou levar comigo para sempre, como uma lembrança boa e um modelo para comparação. Porque eu sei, apesar da minha pouca experiência, que isso não é a regra.

Agora estou dando uma ajudinha pra escolher meu sucessor. Arranjei dois interessados e não está mais nas minhas mãos. Mas não dá pra evitar sentir uma pontadinha de ciúmes em sentir que alguém vai tomar meu lugar, sentar na minha mesa, falar com as minhas pessoas (porque eu sou possessiva assim mesmo).

E essa nem é a pior parte. Minha maior preocupação no momento é que segunda-feira é meu último dia. É fato absoluto que eu vou acabar chorando na frente de todos (ou eu não seria mais eu) e morrer de vergonha depois. Aí sim eu vou agradecer por não ter mais que aparecer por lá.

Enfim, agora sou uma pessoa “desempregada” e de volta à caça. Aguardem as próximas notícias.

Previous Post Next Post

You Might Also Like

8 Comments

  • Reply Alessandra Rocha 5 de abril de 2012 at 11:07

    Eu sou uma “nunca-empregada” também a procura Pazinha! Boa sorte para nós!

    E que delícia é ter todo esse reconhecimento logo de cara né? Aposto que foi merecido, mas infelizmente você tem razão, não é em todo ambiente de trabalho que a gente encontra isso, mas agora que voce ja tem mais experiência vai achar alguma coisa rapidinho! E chore mesmo e agradeça mesmo pois eles também merecem, assim como eu penso que eles tambem vão chorar por perder uma funcionária tão dedicada e batalhadora como você!

    Agora aproveita essa mudança pra passar a tesoura no jubelo e começar um capítulo novo nessa sua vida!

    Beijos gata

  • Reply Bruna Baez 5 de abril de 2012 at 13:56

    Ai Palomithca, que orgulho de ti! Estou numa angústia tremenda aqui pra epdir demissão, mas tenho medo de ficar mais de um mês sem conseguir outra coisa e eu não posso, mas vou tomar sua força como exemplo, comc erteza.
    E seja muito grata MESMO a essas pessoas e a esse ambiente tão legal, espero que sempre encontre lugares assim, porque vou te falar a verdade, o contrário não é legal. Mas se Deus quiser logo estarei comemorando também!

    Parabéns, linda.

    Beijo.

  • Reply Ana Luísa 5 de abril de 2012 at 14:26

    Foi exatamente assim quando saí do meu estágio. O medo de falar com a chefe, os mil ensaios, a conversa, o ‘não devo voltar atrás’, as mensagens das pessoas queridas, os abraços, tudo.. ;(

  • Reply Vanessa 5 de abril de 2012 at 18:39

    Paloma querida, você merece/pode/deve tentar um novo voo. Guarde bem tudo o que aprendeu e viveu nesse estágio. Sei que novas experiências enriquecedoras virão. E eu sempre estarei na torcida.

  • Reply Carolinda 5 de abril de 2012 at 19:49

    Olha que orgulho! Grande menina! Novas oportunidades aparecerão pelo caminho, não tenha dúvidas disso. Estamos torcendo para que esse período de “caça” não dure muito hahahaha.

  • Reply Rhaíssa Sizenando da Silva 6 de abril de 2012 at 00:08

    Quando eu pedi minha demissão escutei tudo isso amiga, e ainda “só te falta o diploma” e tudo que eu queria dizer, pra não perder o senso de humor “jornalista não precisa de diploma”. É uma decisão muito madura a ser tomada e eu chorei também, quando me despedi de todos. A única diferença é que eu sai empregada hahahha. Você vai conseguir algo logo!
    Beijos

  • Reply Mayra 6 de abril de 2012 at 00:51

    Nunca trabalhei, mas despedidas são sempre dolorosas! O bom é pensar que talvez algo muito melhor esteja a sua espera, talvez assim você supere mais fácil, afinal, você deve ser super acostumada com mudanças e recomeços! Vai com tudo que o mundo é pequeno pro tanto que você pode conseguir! Beijos!

  • Reply del 6 de abril de 2012 at 14:21

    A gente realmente se surpreende com elogios enquanto achávamos que ninguém dava bola pro nosso trabalho. É uma grande recompensa! Mas se seus motivos pra sair são fortes e certos, não adianta, é sua vida pedindo pra experimentar coisas novas. Quem sabe você encontra algo melhor, mais saboroso, ou ao menos coisas diferentes que vão fazer você amadurecer e crescer profissionalmente. Fato é que você nunca saberá se não tentar. Deve ser pesado deixar um ambiente assim! Mas pense nas novidades que estão pra chegar 🙂 Tenho certeza que sempre haverá alguém carinhoso no seu caminho reconhecendo seu valor!

  • Leave a Reply