Pessoal

Querida Amelie,

Eu sei que pela blogosfera afora existe muita gente com eu: almas velhas. É por isso (também) que eu gosto tanto desse mundo. Não foi, então, uma surpresa tão grande quando, um belo dia, visitando algum blog, eu me deparei com um projeto chamado “Cartas para Amelie“.

Obviamente a curiosidade foi instantânea; eu cliquei no link e fui direcionada para essa postagem no blog Maybe Yellow, criador e organizador da ideia: uma troca de cartas espontânea e despretensiosa entre completos estranhos.

Achei o projeto tão lindo e carinhoso que não consegui resistir e, por impulso, me inscrevi para participar também. Uns dias depois recebi um email fofo de boas vindas com a lista dos participantes e um mundo novo se abriu para mim: 114 pessoas completamente desconhecidas cujas existência subitamente se revelaram para mim e que, de uma hora para a outra, esperam receber uma carta minha.

É um mundo de oportunidades tão gigantesco que ficou difícil até escolher para quem escrever primeiro. Não importasse quem eu escolhesse, eu estaria deixando para trás centro e treze outras possibilidades maravilhosas. E para acabar com a indecisão, resolvi pedir uma mãozinha para o destino.

Agora, quando menos esperar, uma pessoa que nunca me viu na vida e nem sabe da minha existência vai receber uma carta minha. E, se tudo der certo, vai ficar feliz e me responder. Não é mágico? Ainda bem que as pessoas têm essas ideias por aí.

Previous Post Next Post

You Might Also Like

9 Comments

  • Reply Viviane Magalhaes 12 de agosto de 2013 at 09:35

    eu vi esse progeto lá tbm, achei tudo de booom, adoro trocar cartas, ou outras coisas com as blogueiras, mas o grupo lá é enorme e acabei ficando com medo de organização.. :/

    Beijos verdes, http://tqspl.blogspot.com.br

  • Reply Alessandra Rocha 12 de agosto de 2013 at 18:06

    Adoro cartas! Adoro a ansiedade que sentimos quando sabemos que um dia o carteiro vai tocar a campainha e nos entregar um envelope branco, pardo, ou whatever com um papel manchado de tinta, com uma grafia que representa toda uma personalidade, uma alma, dores e alegrias. Vou fuçar esse projeto também, adorei!

    beijos

  • Reply Lilica 12 de agosto de 2013 at 20:29

    Realmente é uma idéia incrível! Você tem que nos contar depois que receber sua primeira carta hein? Curiosidade master!
    Beijos

  • Reply suuh 13 de agosto de 2013 at 21:23

    escrever (e receber) cartas é mágico mesmo! nada pode descrever a sensação de chegar em casa e encontrar novas cartas 🙂
    eu participo de um grupo no facebook, de almas velhas que gostam de cartas, assim como nós.

    champagne supernova

  • Reply Tay 13 de agosto de 2013 at 23:56

    Adoro cartas, nossa que PERFEITO *O*
    Participei de algo parecido, se chamava A patota da coruja de papelão, mas a guria acabou desistindo porque dá um pouco de trabalho neh? Hey amo cartas *O* se quiser trocar também ú.u #taparey
    Bjus ;*

  • Reply Mayra 16 de agosto de 2013 at 04:05

    QUE PROJETO GENIAL. PRECISO ME INSCREVER NISSO. AMEI. BABEI. E percebi que nunca troquei cartas contigo e que isso não tá certo! Trate de me passar seu endereço, dona moça! Mesmo porque o dia de eu me hospedar na sua casa está chegando! Abraços <3

  • Reply Emilie 18 de agosto de 2013 at 16:08

    saudades da época em que escrevia cartaz. parece algo novo pra quem está tentando agora. espero que dê certo pra vocês com deu pra mim. foi divertido, e bom, se abrir com alguém.

  • Reply Kamilla Barcelos 7 de setembro de 2013 at 20:26

    Que ideia maravilhosa! Ah, quando receber a carta, venha nos informar.

  • Reply Sarah 21 de setembro de 2013 at 20:33

    Participo desse projeto também 😀

  • Leave a Reply