Pessoal

Sobre mim

Blogs, blogs, coisas viciantes, tanto os nossos quanto os dos outros. É interessante conhecer pessoas desse jeito, mas não foi disso que eu vim falar. Eu estava respondendo comentários, lendo blogs alheios, e coisas afins quando eu vi no blog da Samira o último texto que ela postou, sobre como muita gente prefere não escrever sobre si mesmo, o que, se você encarar o fato, é bem verdade. Falar sobre as coisas que nos cercam sobre um ponto de vista ajuda sim a nos caracterizar, fazer com que as pessoas conheçam mais sobre nós, mas falar sobre nós diretamente, como se nos olhássemos no espelho é bem mais difícil.
Eu decidi encarar isso como um desafio, falar de mim mesma, não para vocês, mas para saber se talvez assim eu seja capaz de me conhecer de algum jeito. Então, só falando isso eu já comecei a falar de mim, porque já dá pra ver que eu não gosto de desafios. Desafios me irritam ao estremo! Mas também não sou do tipo de pessoa que faz tudo que os outros querem só porque foi desafiado, eu só aceito os desafios que me interessam de alguma forma, seja para tirar proveito dele de alguma forma, ou só para me divertir mesmo.
Eu sou uma pessoa altamente extressada, ninguém me segura nos dias que eu acordo de mal-humor, meu mundo simplesmente acordou completamente de cabeça pra baixo e algumas vezes só volta ao normal no dia seguinte. É comum eu dar foras nos outros nesse dia, até em gente que nunca se meteu comigo e não tem nada a ver com a história, mas eu não sou uma pessoa ruim e eu não faço isso de propósito, sai sem querer, quando eu percebo já foi. E isso me leva a outra coisa, para falar a verdade outro defeito, que é o fato de meu cérebro e minha boca estarem próximos demais para o meu próprio bem, às coisas saem assim com uma facilidade incrível, sem que eu quase me lembre que elas tenham passado pelo meu cérebro antes.
Por esse último defeito, me leva a outra característica que, felizmente, dessa vez não é um defeito, mas também não é uma qualidade: eu não falo, quer dizer só o extritamente necessário, a não ser que eu te conheca ou aconteça uma mágica de eu bater os olhos em você e me sentir perfeitamente à vontade no mesmo segundo, o que é raríssimo. Mas isso é só fachada, se eu tenho um mínimo de intimidade eu começo a falar e não paro mais, mas isso também depende de termos interesses em comum, ou eu simplesmente não vou ter do que falar.
Eu sou pequena, extremamente pequena, segundo as minhas amigas, minha mãe me diz que eu sou só pequena, elas que são grandes demais, há uma gritante diferença de altura quando nós saímos juntas, principalmente porque eu não sou grande fã de saltos. Meus companheiros fiéis são meus all-stars, mas isso não me importa nem um pouco. Eu gosto de ser pequena e acho que ia me sentir estranha grande (exceto em shows, onde é um grande desvantagem ser pequena).
Eu leio qualquer porcaria que me caia em mãos, e o pior é que eu gosto. Assisto filmes sem a menor moderação e também gosto de qualquer porcaria, desde que não seja adaptação de livro, porque desses eu geralmente não gosto nem um pouco, a não ser que eu ainda não tenha lido o livro. Eu amo música de paixão, não há um segundo da minha vida que eu não esteja ouvindo uma música, mesmo que esteja sendo cantada por mim mesma. Tenho um gosto seleto, o que quer dizer que eu sou extremamente chata para música, mas o que eu gosto eu realmente gosto.
Para mim as coisas fáceis não têm graça, eu sempre quero tudo do jeito mais complicado. E eu também sou ao contrário da pessoas normais, eu não gosto de sol, chuva pra mim é uma das coisas mais bonitas e gostosas que há. O céu me parece mais bonito quando está coberto de núvens, e dias quentes me dão raiva. Durmo de edredom no verão e só aprendi a assobiar depois que eu ganhei um passarinho.
E para terminar sobre mim, só tenho a dizer que nunca falei tanto sobre a minha pessoa, nem a ninguém, nem a blog nenhum. São coisas que as pessoas aprendem com a simples convivência, e que eu mesma preciso me lembrar de vez em quando.
Testo postado originalmente no Uol blog.
Previous Post Next Post

You Might Also Like

No Comments

Leave a Reply