Pessoal

Sonhe o seu jardim

Eu sou muito boba por gostar de musicais? Muito velha por ter paixão por teatro? Muito estranha por amar coisas que a maioria das pessoas da minha idade acharia um tédio? Eu fui assistir à Noviça Rebelde no teatro hoje. Já conheço a estória de cor e salteado, inclusiva as músicas. Mas assistir ao vivo, com pessoas ali na minha frente, quase como se eu pudesse encostar nelas. Cara, como é bom!

Duas horas e quarenta e cinco de peça, três horas se contar com o intervalo. E como eu queria que aquilo durasse mais. É isso que livros e filmes fazem comigo. Como o teatro faz com que isso se multiplique por dez! Eu queria continuar assistindo. Mais que isso, eu queria estar lá! Queria ser eles, aqueles personagens, entrar naquela estória!

Se eu pisquei três vezes durante a peça toda, considere muito. eu não queria perder um segundo daquilo. Eles tavam tão perto! E para mim, naquele momento, eles era a família Von Trapp de verdade. Todos aqueles atores maravilhosos com aquelas vozes impressionantes! Deve ser tão bom ser eles, poder ser outra pessoa, ou várias outras. Mas aí entra em outras questões, não vou discutir isso agora.

O caminho de volta foi a maior parte em silêncio. Eu não estava naquele carro, eu ainda estava lá no teatro, ainda estava admirando eles no palco. Eu não consegui controlar meu deslumbramento. E, de novo, como eu realmente queria que aquilo não acabasse! E a vontade de chorar? Sempre que eu sinto muita coisa dentro de mim eu tenho vontade de chorar. É como eu ponho as coisas pra fora. Mas eu não ia chorar naquele carro, e não me deixei chorar nem em casa depois. Tem meios mais produtivos de deixar as emoções rolarem, por isso eu vim pra cá, porque além de cumprir essa tarefa como nada mais, ainda deixa registrado, pra caso eu ouse tentar esquecer qualquer pedacinho que seja.

Mas tenho que admitir, claro, que estravasei um pouco desse sentimento antes com a Kika. Não tinha ninguém mais que eu quisesse dividir isso do que com ela, que sente a mesma coisa que eu, que também já foi lá assistir. Só tenho certeza que quando ela foi e me contou eu não tinha a menor noção de como seria quando chegasse a minha vez.

Espero que eu consiga voltar mais uma vez antes deles irem pra outro lugar. Eu preciso ver isso de novo.

Texto originalmente postado no Uol blog.

Previous Post Next Post

You Might Also Like

No Comments

Leave a Reply